domingo, 17 de julho de 2011

San Pedro de Atacama / CHI


Chegamos a San Pedro debaixo do sol do deserto, nossas mochilas foram retiradas do bagageiro do ônibus como se fossem sacos de lixo por um cobrador mal educado, sinceramente pisei com pé esquerdo em San Pedro, e de mal humor, tinha acabado de acordar, mas eu estava disposto a não deixar que nada me desanimasse, estava muito longe de casa e tinha acabado de me recuperar da doença que me atingira em Iquique.

San Pedro é uma cidade no meio do deserto, completamente seca, e lotada de turistas, diria que 75% da população, sinceramente, até hoje fico intrigado, não é possível que todas aquelas pessoas estivessem ali pelos passeios que um deserto oferece, poucos passeios eram realmente atraentes, e todos caros, tinha algo por traz daquilo tudo, e um dia volto lá para descobrir...

Conseqüentemente, tudo na cidade era muito caro, hospedagem, alimentação, artesanatos, etc. Fomos em busca de hospedagem, levamos tempo, e batemos em todos os albergues e hostes, andamos e andamos, muita poeira nos pés e um sol muito quente[FOTO], encontramos em fim um albergue que negociamos, e conseguimos o preço de 6.000 Pesos chilenos, barata em comparação as demais e com uma excelente estrutura. O quarto era dividido para oito pessoas, com quatro beliches[FOTO], éramos cinco nesse momento. Nós racionávamos tudo, estávamos chegando ao fim da viagem e o dinheiro também se acabava, pelos meus cálculos o dinheiro não daria, mas a melhor coisa a fazer era parar de calcular e começar a economizar mais e mais. Mas era difícil economizar, a água, o que mais consumíamos era muito cara, uma garrafa de 2 litros chegava a custar 4 reais.

Os telhados das casas eram cobertos de areia, a cidade era toda de uma só cor, a cor do chão do deserto. No meio da cidade havia uma praça bem arborizada com alguns lugares para sentar, comer, e apreciar a diversidade de gente e cultura que passa de um lado para o outro, durante todo o dia. Pouco se vê nativos.
Marcamos o passeio do deserto até o Salar de Uyuni na Bolívia para o dia 15, com chegada na cidade de Uyuni  no dia 17. fechamos o passeio com a Colque Tours[FOTO] por 120 dolares.
 
Nosso almoço era pizza, melhor coisa custo-benefício, conseguiamos ficar satisfeitos por mais tempo e economizávamos mais. Pagávamos 2.500 Pesos por um café da manhã[FOTO] o equivalente a 5 dólares, se comparado com o Brasil o preço era semelhante, mas para nós que estávamos acostumados a pagar 12 Bol por um prato de comida, que equivalia a 3 reais o preço estava caro, mais do que planejavamos pagar.
Uma lição eu aprendi, vá nos lugares mais caros logo no inicio da viagem! nos sobrevivemos a San Pedro e marcamos a viagem para o Salar de Uyuni o mais rápido possivel, não podiamos passar nem mais um dia devido ao valor da cidade.
Em ordem, Ricardo, Flavio, Arthur e eu.
Telhados de areia
Praça Principal



Um comentário:

  1. Juliana Ferreira.11 agosto, 2011 14:56

    ...Só não gostei do quarto... gosto de conforto...Ah! gostei da tua escrita...

    ResponderExcluir

...e entrar para a história