quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Salar de Uyuni / BO


O deserto de Sal da Bolívia, uma incrível mancha branca no mapa. Em algumas épocas surgem rachaduras na superfície, em outras fica completamente alagado.

Nosso objetivo principal da viagem estava chegando, e o fim da viagem também, era o terceiro dia do passeio, atravessamos o deserto e entramos em território boliviano.

Hospedamo-nos em um hotel a beira do deserto de sal, através dos gigantes vidros de lá se podia ver a dimensão do deserto, quartos para seis, um banheiro por quarto, com agua quente. A noite, depois da refeição, muitas pessoas conversavam, jogavam, e eu, fui assistir um filme de ação com um boliviano funcionário da hospedaria, no refeitório, deixamos as baterias e pilhas das maquinas carregando e fomos dormir.

O motorista nos permitiu ir sobre o carro[FOTO], junto às malas, não é todo dia que temos uma estrada tão boa, sem buracos ou barrancos, sem fachas, só e somente SAL. Apesar do frio,  e do vento cortante, arriscamo-nos. Em alguns pontos do Salar pode-se ver "ilhas" com grande vegetação de cactos, e em uma exclusivamente, uma pequena estrutura para turistas, explicando as dimensões e utilizações do Salar.

A ilha do Salar
Paramos no meio do branco deserto para tirar umas fotos e conferir se realmente aquilo tudo era sal, meu paladar confirmou! Completamente salgado. Uma das coisas mais impressionantes que já vi, e chegando perto do fim da viagem, analisávamos as melhores coisas, os melhores lugares, e sem duvidas esse lugar estava entre eles. O prazer e ver e sentir torna as coisas mais valorosas, nenhuma fotografia ia me impressionar mais que poder tocar e analisar como algo tão diferente pode existir, um lugar coberto de sal.

Foto apartir da ilha
Chegamos à ilha e fomos desbrava-la, no topo tinha alguns mirantes, para termos noção da extensão do deserto, na ilha encontrávamos uma pequena quantidade de gente, pessoas que moravam na cidade de Uyuni (cidade responsável pelo Salar), e haviam alguns animais, llamas - como em toda parte, cães treinados, etc.

 
Saindo do Salar, seguimos em direção a um ponto turístico do local, o Hotel de sal, todo feito de sal, por dentro e por fora, antes foi utilizado como hospedaria, mas para conservação do lugar se tornou apenas ponto turístico. Paredes, mesas, cadeiras, camas, estatuas, tudo de sal. Obras de arte.

Realmente um longo dia, finalizamos o passeio na cidade de Uyuni. Na encosta do deserto moravam as pessoas que trabalhavam no Salar, em sua grande maioria, extratores de sal para consumo. Compramos alguns artesanatos feitos de Sal, comprei um pote pintado com alguns dados dentro, dados pintados, me lembraram das pequenas pedrinhas de açúcar do desenho do Pica-Pau.
 E satisfeitos finalizamos nossa travessia pelo deserto de Atacama e pelo branco Salar de Uyuni.
hotel de Sal - Piscina e área de lazer

sala de estar de sal



5 comentários:

  1. CRUTI MUITO .... POIS ACHEI LEGAL ... E CHOREI POR NÃO TER IDO.

    MAS COM TODA CERTEZA ESTAREI CONTIGO NA PRÓXIMA!

    VALEW GAROTO

    ResponderExcluir
  2. Show de bola...muito interassante este lugar...e para conhecer deve ser fantástico!!!
    muito boa a sua vigem nos comentários!!

    ResponderExcluir
  3. viagem*rsrs...corrigindo!

    ResponderExcluir
  4. Juliana Ferreira.11 agosto, 2011 14:53

    Ico, na proxima viagem eu vouuuuu!!! Achei interessante, vc também deveria fazer um blog só de fotos da sua viagem.

    ResponderExcluir
  5. Adorei "Icarozito"!
    Para quem nunca foi, vendo as fotos e lendo toda essa descrição consequentemente deve ficar louco para conhecer!
    Muito interessante!Mas assim,vc tentou sentar nessas cadeiras de sal?!Fiquei aqui imaginando se seria possível!
    beijinho =D

    ResponderExcluir

...e entrar para a história