sábado, 17 de abril de 2010

Isla del Sol (Lago Titicaca) / BO







A partir de Copacabana fomos na manhã do dia seguinte a Ilha do Sol, localizada no Lago Titicaca - O maior lago continental do mundo - pagamos 150 B/ pelo passeio e pela passagem até Cusco - Perú atravessando a fronteira. Chegamos no porto as 08:30 e partimos, uma ou duas horas de barco chegamos, fomos logo recebidos por pequenos nativos no Cais[foto]. E logo um guia se aproximou, explicou que trabalhava na ilha sem cobrar, e que ficássemos a vontade de ajuda-lo com o que pudéssemos guiou-nos  até um pequeno museu e explicou sobre os achados arqueológicos depois nos levou a ruínas das antigas civilizações[foto] que ali habitaram. 
Passamos por uma "praia" onde branquelos turistas tomavam sol e mais crianças nativas, brincando com paus e areias, esses já não eram tão receptivos, fui atacado porque abaixei pra tirar uma fotografia[foto], assim que consegui levantei-me rápido, a pequena parou e voltou correndo, escavamos no lado Norte da ilha, o guia explicou-nos que deveríamos estar no lado sul da ilha as 15:30 ou voltássemos ao cais as 13:30, destruímo-nos com tamanha beleza da ilha e deixamos passar o horário de voltar ao cais, ficamos assim, obrigados a atravessar a ilha até o lado Sul pra  retornarmos a Copacabana com o barco, o problema era apenas um, a trilha era feita em 3h e nós só tínhamos 2h para atravessar ou perderíamos o barco, assim respiramos e fomos, o mais rápido que podia-mos, subindo e descendo pequenos montes, olhávamos para o lado e a paisagem nos encorajava, olha vamos para frente e desanimávamos ao ver o tanto que ainda restava. assim fomos alguns mais a frente outros mais atrás, pequenos problemas surgiram no caminho, problemas do tipo: três taxas ilegais cobradas por Cholas nativas, as quais eu não paguei falando em policia, o cansaço que ia atingindo um a um, pernas trêmulas e pouca água, por fim conseguimos chegar ao outro lado da ilha e só o que queria-mos era entrar no barco e descansar.

Assim esquecemos para trás 2 dos nossos, que não completaram a trilha no tempo suficiente, suspeitando que tinham pego o barco das 13:30 no lado norte da ilha, voltamos para Copacabana.

Quando chegamos em Copacabana o ônibus estava a nossa espera para ir a Cusco, enrolamos o máximo esperando os que faltavam quando nos demos conta que não estavam lá. Alguns, inclusive eu já estávamos decididos a espera-los e deixar que o ônibus fosse embora quando, surgiram, estressados pelo ocorrido, por fim seguimos viagem.
Duas horas em uma van até a fronteira entre Bolívia e  Perú...

(click na imagem para ampliar)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

...e entrar para a história